Ir para o conteúdo principal

Após cobrança mais incisiva na tribuna da ALE, governo atende deputado Anderson e libera vacinação da Covid para todos os profissionais das forças de segurança em Rondônia

quinta-feira, 17/06/2021 às 17h26min
Após cobrança mais incisiva na tribuna da ALE, governo atende deputado Anderson e libera vacinação da Covid para todos os profissionais das forças de segurança em Rondônia

Após tece críticas quanto a lentidão na vacinação dos agentes da Segurança pública de Rondônia, na sessão plenária do dia (8), o governo do estado em parceria com as prefeituras, atendeu a reivindicação do deputado estadual Anderson Pereira (PROS) e deu início ao maior plano de vacinação, para todas as categorias da Segurança Pública, sendo elas: penais, civis, militares, bombeiros e peritos, que estão sendo imunizados em ritmo acelerado.

“Para os agentes da segurança pública não existe “Home Office”, todos têm que, desde o início da pandemia, trabalhar arduamente para proteger a sociedade dentro e fora dos presídios. Nos trabalhos de investigação de inteligência da Polícia Judiciária e no dia a dia da Polícia Militar, atuando num serviço ostensivo, trabalho operacional, esse grupo precisa ter prioridade na vacinação, para que eles possam com isso continuar contribuindo no fortalecimento dos serviços e na proteção da sociedade”, destacou.

O processo de vacinação estava lento, muitos servidores reclamaram da demora para tomar a primeira dose, mas a escala de serviço ficava cada vez mais apertada, tendo de ser cumprida mesmo sem a imunização. Anderson reforçou na tribuna o descontentamento dos profissionais, e de pronto teve sua reivindicação atendida pelo governo.

A decisão do governador foi motivo de comemoração para o deputado estadual Anderson Pereira, que é policial penal de carreira. “Estamos em uma situação delicada e eu agradeço ao governador por essa decisão acertada. É traumático ver um irmão intubado e perdendo a sua vida e sabemos o quanto isso será importante para proteger a vida desses profissionais”, finalizou Anderson Pereira.